Teste A/B? Descubra o que é e como aplicá-lo corretamente em seu projeto

O teste A/B é uma das melhores maneiras de mensurar e aumentar a conversão do seu negócio. Leia este artigo e descubra o que é e como aplicá-lo corretamente em seu projeto.

Redação wepipe
Redação wepipe
Leitura de 3 minutos

Você sabia que o teste A/B é uma das maneiras mais efetivas de aumentar a conversão das suas páginas e anúncios? Mas não apenas isso, essa verificação pode ser utilizada em outras métricas, mas todas com foco em melhorar os resultados do negócio.

A verdade é que existe uma série de dados padronizados que muitas empresas seguem à risca. Veja bem, essas informações genéricas até funcionam, mas existem estatísticas específicas para cada negócio que só podem ser levantadas com testes direcionados.

É por isso que conhecer o teste A/B é fundamental para qualquer empresa que utiliza marketing digital para atrair e vender. Se este é o seu caso, neste conteúdo vamos mostrar o que é teste A/B, como ele funciona e as maneiras de aplicar no seu negócio. Boa leitura!

O que é teste A/B?

De um modo geral, fazer um teste A/B significa dividir o tráfego de um ambiente digital em duas versões. O objetivo central dessa estratégia é levantar dados precisos, científicos e até mesmo incontestáveis para utilizar em um planejamento de marketing digital.

Basicamente, o que esse tipo de teste faz é comparar as informações para saber qual dos ambientes tem melhor performance. Seguindo os princípios do “darwinismo digital”, a empresa elimina a versão que apresentar o pior resultado, mantendo ativa aquela que venceu o desafio.

Esses testes normalmente medem a conversão, mas podem medir também o tempo de permanência no site, compartilhamentos, abertura, interações entre outros.

Mas é possível usar esse teste em quais ambientes? Veja abaixo!

Onde esse teste pode ser usado?

Antes de abordar em que ambientes utilizar essa verificação, é importante frisar que o objetivo do teste A/B é otimizar algumas métricas. Estamos falando de acessos, aberturas, geração de leads, cliques, etc.

Isso posto, é pertinente citar que os meios offline também podem lançar mão desses testes, mas vamos nos ater aos meios digitais. Por isso, levantamos alguns canais de comunicação virtuais em que é possível aplicar o teste A/B. São elas:

  • Google ADS

  • Landing pages (páginas de vendas)

  • Páginas de sites

  • Facebook

  • Linkedin

  • E-mail marketing

Estes são apenas alguns exemplos de canais de comunicação em que é possível realizar esse tipo de verificação. Agora, se você quer entender como aplicar na sua empresa, veja o capítulo a seguir.

Como aplicar o teste A/B no negócio?

Como você viu, existem diversos canais em que é possível criar um teste A/B para medir os resultados. Por exemplo, se você usa campanhas de anúncios pagos no Facebook ou no Google, é possível fazer esse tipo de teste de maneira automatizada.

Veja, os gerenciadores dessas redes permitem que você crie duas versões com variáveis diferentes, desde título, criativo, CTA, copy, entre outras variações. Assim, você consegue avaliar as métricas e verificar qual anúncio traz mais resultados.

Por outro lado, seu negócio também pode contar com landing pages ou um site que utilize páginas de conversão. Nesse caso, também é possível criar duas versões, onde você pode testar elementos como headline, design, cores do botão de CTA, e demais elementos.

Basicamente, as mesmas regras valem para os outros canais, de qualquer forma, um bom conselho é fazer um teste A/B apenas quando houver um volume considerável de acessos ao ambiente digital que você quer testar. Ou então você corre o risco de não fazer uma avaliação precisa, tendo dados insuficientes.